Configuração inicial

Se você está rodando o Gitea dentro do Docker, por favor leia a documentação cuidadosamente antes de alterar qualquer coisa nesta página.

Configurações de banco de dados

Gitea requer MySQL, PostgreSQL, MSSQL ou SQLite3.

Informação para os usuários do MySQL: por favor use o mecanismo de armazenamento InnoDB e se você usar "utf8mb4", sua versão do InnoDB deve ser maior que 5.6.
Deixe em branco para banco de dados padrão ("public").
Caminho do arquivo do banco de dados SQLite3.
Informe um caminho absoluto se você executar o Gitea como um serviço.

Configurações gerais

Você pode inserir o nome da empresa aqui.
Todos os repositórios remotos do Git serão salvos neste diretório.
Os arquivos armazenados com o Git LFS serão armazenados neste diretório. Deixe em branco para desabilitar.
Digite o nome de usuário do sistema operacional que o Gitea 'executa como'. Observe que esse usuário deve ter acesso ao caminho da raiz do repositório.
Domínio ou endereço do servidor para URLs clone do SSH.
Número da porta que seu servidor SSH está usando. Deixe em branco para desabilitar.
Número da porta que o servidor web do Gitea irá usar.
Endereço base para URLs clone HTTP(S) e notificações por e-mail.
Arquivos de log serão gravados neste diretório.

Configurações opcionais

Configurações de e-mail
Endereço de e-mail que o Gitea irá usar. Digite um endereço de e-mail simples ou use o formato "Nome" <[email protected]>.
Configurações de servidor e serviços de terceiros
Nome de domínio para usuários com um endereço de e-mail oculto. Por exemplo, o nome de usuário 'joe' será registrado no Git como '[email protected]' se o domínio de e-mail oculto estiver definido como 'noreply.example.org'.
Configurações da conta de administrador

Criar uma conta de administrador é opcional. O primeiro usuário cadastrado automaticamente se tornará um administrador.